• Engenhotur

Vantagens de viajar sozinho após 50 anos

Sim, você deve viajar sozinha, eis o porquê!


Sem negar que viajar em companhia pode ser uma experiência agradável, aqui seguem as vantagens de viajar sozinho. É uma verdadeira aventura.


Você pode estar hesitando em fazer uma viagem porque não tem com quem ir, mas não é muito pior não?


Ficar em casa pensando no que teria sido não parece tentador. Então aqui vou lhe dizer o lado bom de viajar sozinho. Espero encorajá-la a arrumar suas malas.



Viajar sozinha tem muitas vantagens, especialmente depois dos cinquenta. Você aprende a desfrutar da sua própria companhia e do seu ambiente, sem interferências.


Uma maneira de fazer turismo sozinho, mas acompanhado é o passeio em grupo. Talvez você queira compartilhar a experiência com alguém e não se sentir desprotegido em uma cidade que você não conhece. Nesse caso, descubra nas agências de turismo, a maioria oferece excursões em grupo para pessoas solteiras na meia-idade.


Isso também permitirá que você compartilhe atividades, troque experiências de vida e conheça novas pessoas.


Viaje do seu jeito

Se a ideia de uma viagem contingente não o tentar, basta planejar a viagem sozinho. E acredite, pode ser maravilhoso. Por quê? É livre! Você escolhe o local, a rotina, o ritmo, o hotel, as excursões e até a hora em que deseja jantar.


Você pode fazer o que quiser sem ter que se adaptar a um parceiro que, talvez, não tivesse os mesmos hábitos. Você é o proprietário absoluto da sua viagem.

Você tem todo o tempo para si e também todo o dinheiro (pouco ou muito, mas todo o seu).


Se você quiser passar três horas experimentando sapatos, ninguém o reivindicará. Se você quiser subir ou correr, estará livre para fazê-lo. Viajar em pares tem benefícios, mas fazê-lo sozinho também.


Aproveite a sua viagem para fazer o que quiser, dormir quantas horas quiser, viver novas experiências e gastar dinheiro conforme você decidir. Você não precisa esperar ou agradar a ninguém, exceto você.


Concentre-se em si mesmo

Quando viajamos sozinhos, não nos comportamos da mesma maneira que acompanhados, pois nossos sentidos estão mais atentos e devemos usar cem por cento de nós mesmos. Isso também abre uma porta para a introspecção, pois finalmente estamos sozinhos com nossa alma.


Além de visitar museus ou fotografar paisagens, todas as viagens incluem intervalos para um café ou para assistir ao pôr do sol.

Aproveitar esse tempo sozinho e em paz, sem interrupções, é uma experiência deliciosa.


Comer Rezar Amar

Você já viu o filme estrelado por Julia Roberts? Sim, é apenas um filme onde as coisas acabam indo bem, mas também é uma ótima inspiração incentivá-lo a viajar sozinho e descobrir que coisas maravilhosas podem acontecer. E não estou dizendo que embarcar em um cruzeiro garante que você se apaixone ou sua vida mude, mas que viajar sozinho nos transforma.


Nenhuma viagem é tão introspectiva quanto a realizada sozinha e é uma experiência que nunca é tarde para viver. Você deveria tentar uma vez! Recomendo!


Maria Mazza - Julho de 2020


Gostou do que viu por aqui? Acompanhe a gente nas nossas redes sociais Instagram Pinterest Facebook

29 visualizações
  • Instagram
  • Pinterest
  • Spotify
  • Facebook
Engenhotur - Todos os direitos reservados