• Engenhotur

Réveillon tranquilo: confira destinos para fugir do agito

Atualizado: 14 de Dez de 2019



A primeira coisa que você precisa pensar é: onde todo mundo vai com frequência?

A segunda é: fique distante de litorais populosos.


Vamos as dicas?


Chapada dos Veadeiros

Ela fica dentro de uma área de proteção integral à natureza no centro-oeste do país, mais especificamente em 5 municípios de Goiás, entre eles São João d’Aliança, Cavalcante e Alto Paraíso de Goiás. Esse último é o que possui maior infraestrutura e reúne grande parte dos atrativos do local e onde está a entrada para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.


No ano novo, Alto Paraíso de Goiás e seu distrito, São Jorge, costumam ficar mais cheios, mas nada comparado às grandes cidades turísticas. Além disso, a Chapada dos Veadeiros é enorme e cercada por cachoeiras, trilhas de todos os níveis, águas termais e paisagens que vão oferecer a você um réveillon tranquilo.


Mendoza

Mendoza, na Argentina, auto-intitulada “Terra do Sol e do Bom Vinho”, reúne atrações tanto para os gourmets quanto para os aventureiros. A região é o maior centro viticultor da América do Sul, com nada menos que 1.200 vinícolas, várias delas abertas para visitação e, claro, degustações. Outro destaque é o majestoso Cerro Aconcágua, com seus 6.962 metros de altura. Tudo bem que chegar ao seu topo requer coragem e experiência, mas admirá-lo desde o Parque Provincial Aconcágua, já vai valer – e muito – a viagem.


Ilha do Cardoso

Uma ilha onde não pega celular, não há energia elétrica (apenas geradores) e com acesso razoavelmente difícil. Parece muito esforço? Pois a beleza natural da Ilha do Cardoso compensa qualquer dificuldade.

A 260km de São Paulo, a ilha é localizada em Cananeia, e quase todo seu território está dentro de um parque estadual protegido. Então dá para imaginar a beleza da paisagem natural: praias, cachoeiras e trilhas intocadas e com um clima quase zen. Basta escolher uma das piscinas naturais (Laje, Ipanema, Fale Pequeno, Fale Grande) para passar dias preguiçosos em meio à fauna e flora das mais belas do Brasil.


Santo Amaro do Maranhão

Com uma população de menos de 10 mil habitantes, Santo Amaro do Maranhão (a 243 quilômetros de São Luís) é o destino ideal para quem gosta de aventura ou para quem quer se isolar do mundo. A cidade fica ao lado do distrito de Barreirinhas, uma das portas de entrada dos Lençóis Maranhenses. Lá, encontram-se apenas uma pequena vila, belas lagoas e dunas, onde é possível chegar de jipe. Na época de chuvas na região, é possível fazer passeios de barco para conhecer a fauna e a flora aquáticas.


Chapada Diamantina

A Chapada Diamantina, na Bahia, é uma proposta diferente para curtir o Nordeste. Um dos melhores destinos do ecoturismo no Brasil, é uma alternativa para fugir das praias e conhecer rios, lagos, cachoeiras, cânions e grutas. Uma opção é se hospedar na cidade de Lençóis, de onde partem diversos tours pela região.


Nobres

A pouco conhecida cidade de Nobres é um destino no Mato Grosso, ideal para quem busca relaxar junto a natureza. O lugar é muito comparado com Bonito, mas com os preços muito mais acessíveis. A cidade preserva um clima de interior e as principais atrações estão concentradas no distrito de Bom Jardim. O local oferece cenários cinematográficos como rios de águas cristalinas, grutas e cachoeiras lindíssimas.


São Miguel do Gostoso

Um vilarejo no meio da natureza, pouco explorado pelos turistas e com ar rústico, assim é a vila de pescadores de São Miguel do Gostoso. Praias semi-desertas, com ventos fortes que quebram um pouco o calor do Nordeste, são procuradas pelos amantes do windsurf e kitesurf. Com várias opções de pousadas e passeios imperdíveis – como as dunas petrificadas da praia de Tourinhos e o mergulho na praia de Perobas – farão você esquecer de olhar o relógio.


Cunha

Cunha é uma cidade extremamente rural, o que favorece o contato com a natureza e agrega ao roteiro um incrível charme nas trilhas, cachoeiras e passeios ecológicos.

A cidade de Cunha, a 230 km de São Paulo, fica no encontro das serras do Mar, da Bocaina e da Mantiqueira, e faz divisa com o Estado do Rio de Janeiro.

Frequentada por casais, grupos de amigos, famílias, também é ponto de encontro de “irmãos do caminho” e buscadores das diversas tradições espiritualistas: budistas, espíritas, gnósticos, entre outros.

Fizemos um poste sobre Cunha para você conhecer um pouco mais esse paraíso.


Gostou do que viu por aqui? Acompanhe a gente nas nossas redes sociais Instagram Facebook

0 visualização
  • Instagram
  • Pinterest
  • Spotify
  • Facebook
Engenhotur - Todos os direitos reservados