• Engenhotur

Dicas da Dra.Denise Lage Dermatologista para cuidados ao Sol

Atualizado: Ago 28

Se você gosta de esquiar, atenção! Os cuidados de fotoproteção devem ser redobrados! Você está exposto a mais radiação ultravioleta (UV) do que imagina devido as grandes altitudes e o reflexo dos raios UV pela neve. Tomar chocolate quente no meio do dia, preferencialmente em algum lugar à sombra, pode ser uma boa ideia.


Deixar de lado o filtro solar em Campos de Jordão nos dias nublados é uma prática comum. No entanto, os raios solares não tiram férias nem nas épocas mais frias, tornando o uso do protetor solar, necessário. No inverno, mesmo que ocorra a diminuição dos raios UVB, um dos causadores do câncer de pele e responsáveis pelas queimaduras solares, os raios UVA continuam penetrando na pele, podendo causar lesões pré-malignas, envelhecimento, perda da elasticidade, manchas na pele e rugas.


Não há desculpa para não usar o protetor solar, pois a tendência atual é o desenvolvimento de diversas formas de filtros solares (cremes, géis, loções, aerossóis, bastões) com o objetivo de atender a diferentes tipos de usuários. Os homens são bastante aderentes ao filtro solar aerosol para o corpo, pois essa forma traz mais comodidade na aplicação das áreas com mais pelos e, de modo geral, como apresentam a pele do rosto mais oleosa, acabam optando pela versão oil-free para essa área.


Complementando os protetores solares tópicos que agem através da reflexão e absorção da radiação incidente, a fotoproteção oral atua em nível celular após a incidência da radiação solar na pele, reduzindo os danos assim gerados. Essas cápsulas geralmente contêm vitaminas C e E, Polypodium leucotomos, probióticos e ácidos graxos essenciais.


O fator de proteção solar (FPS) quantifica o quanto o produto é capaz de ampliar a proteção contra a radiação ultravioleta B (UVB). Dessa forma um protetor de FPS 30, mínimo recomendado pelos dermatologistas, permite que o usuário se exponha ao sol sem ser atingido por queimadura 30 vezes mais eficazmente do que sem o uso do produto. A proteção contra radiação ultravioleta A (FP-UVA) é tão importante quanto à radiação UVB. A FP-UVA deve ser no mínimo 1/3 do FPS indicado na rotulagem do produto e é identificada através dos dizeres “proteção UVA” ou “proteção de amplo espetro”.


A radiação ultravioleta C é a mais perigosa, por ser potencialmente mais carcinogênica do que os raios UVB. Essa radiação é absorvida, pela camada de ozônio, no entanto, devido à sua destruição, tem ocorrido um aumento de sua incidência sobre o planeta.


Pesquisas revelaram que o buraco na camada de ozônio estava quatro vezes maior que o tamanho do Brasil. Os cientistas constataram que o buraco na camada havia aumentado e tinha atingido 28,2 milhões de km2.


Se continuarmos a destruir o planeta nessa progressão, o que nos guarda o futuro, ir à praia de burca?


Texto by: Dra.Denise Lage (@dradeniselage)


Gostou do que viu por aqui? Acompanhe a gente nas nossas redes sociais Instagram Pinterest Facebook

44 visualizações
  • Instagram
  • Pinterest
  • Spotify
  • Facebook
Engenhotur - Todos os direitos reservados