• Engenhotur

Dica de livros para quem é apaixonado por viagem

Uma boa dica para quem está querendo um bom companheiro para longos vôos ou para quem está procurando ideias de presentes para aquela pessoa especial.




Comer, Reza e Amar

Comer, Rezar e Amar narra a vida da autora, Elizabeth Gilbert, quando ela larga tudo e sai em uma viagem para se encontrar.


A história te envolve de um jeito complicado de sair, você fica próxima a Elizabeth, sofre, ama e é feliz junto com essa corajosa e forte mulher.


O livro se transformou em um filme em 2010, com a Julia Roberts interpretando Elizabeth.







Volta ao mundo em 80 dias

Essa aventura escrita por Júlio Verne, publicada em 1873, conta as peripécias de um inglês chamado Phileas Fogg. Ele inicia uma jornada de volta ao mundo por conta de uma aposta boba com os amigos feitas num pub em uma noite qualquer. O Sr. Fogg e seu mordomo, Passepartout, vivem altos e baixos ao passar por lugares como Egito, Japão e Estados Unidos.


No cinema o livro foi transformado em filme e lançado em 2004, incluindo no elenco atores como Jackie Chan e Arnold Schwarzenegger.







Amor até debaixo d’água

Amor até debaixo d’água discorre sobre um romance real em alto mar entre um charmoso argentino e a autora Torres DeRoche.


Ela é uma corajosa mulher que pelo amor abandona sua vida e embarca em uma aventura em um dos mais medonhos lugares, o mar.


O livro mostra os sentimentos de viver em um de barco com apenas uma pessoa em uma narrativa tranquila, empolgante, divertida e estressante, tudo ao mesmo tempo.





Destemida

Destemida é uma biografia de uma garota australiana de 16 anos que seguiu seu sonho e deu a volta ao mundo de barco. A história é um exemplo a ser seguido, pois não é nada fácil tirar um sonho do papel, e ela o fez.


Esse livro é o mais sincero significado de lição de vida e todos devem ler, ele nos ajuda em diversas partes da nossa vida.










A jornada de uma mulher em busca do recomeço

Aos 22 anos, Cheryl Strayed, atualmente escritora, achou que tivesse perdido tudo após a morte da mãe, término do próprio casamento e uma infância conturbada. Cheryl entrou em uma extrema situação de desespero e sem nada a perder, tomou a decisão mais impulsiva da vida: caminhar sozinha cerca de 1.770 quilômetros pela costa oeste dos Estados Unidos.

No deserto de Mojave, no sul da Califórnia, atravessando Oregon até o estado de Washington, Cheryl caminhou sem ter experiência em trilhas de longa distância. Mas o objetivo de tudo era se reinventar, se recompor e buscar a própria liberdade de uma vida cheia de tristezas.


Gostou do que viu por aqui? Acompanhe a gente nas nossas redes sociais Instagram Pinterest Facebook

20 visualizações
  • Instagram
  • Pinterest
  • Spotify
  • Facebook
Engenhotur - Todos os direitos reservados